Anderson Silva é pego em exame antidoping

Uma inesperada notícia surpreendeu o mundo do MMA nesta terça-feira (03). O lutador Anderson Silva foi pego em exame antidoping, juntamente com seu último oponente, o americano Nick Diaz.

Em exames antidoping realizados pela Comissão Atlética do Estado de Nevada, foi detectado o uso de anabolizantes por parte de Anderson Silva. Drostanolona e Androsterona foram as substâncias encontradas, em teste realizado no dia 09 de janeiro.

 No ano passado, Anderson declarou sua posição contra o uso de anabolizantes:

“-Essa questão não é só ruim para mim, mas para o esporte em geral. Todo mundo ama o UFC, crianças, famílias e, com caras sendo pegos usando anabolizantess, isso é um problema. Quando pessoas testam positivo, não deviam mais lutar. Quem usa, usa por um bom tempo e mostra que tem um problema. Mas esteróide é uma droga e nunca uma droga pode ser boa para o esporte.”

Seu último adversário, Nick Diaz, também foi pego no antidoping. Este, por uso de maconha.

O lutadores ainda tem direito à uma contra-prova, mesmo assim o UFC se mostou muito desapontado com os resultados, e principalmente por Anderson Silva, que conseguiu uma volta triunfal na luta do último dia 31 de janeiro.

Confira a nota divulgada pelo UFC:

“Em 03 de fevereiro de 2015, a organização do UFC foi notificada pela Comissão Atlética de Nevada que Anderson Silva testou positivo para Drostanolona no teste para sua luta, realizado no dia 09 de janeiro. O UFC compreende que mais testes serão conduzidos pela Comissão para confirmar estes resultados preliminares.

“Anderson Silva tem sido um excelente campeão e um verdadeiro Embaixador do esporte das artes marciais mistas e do UFC. O UFC está desapontado por saber destes resultados iniciais.

“O UFC tem uma rígida e consistente política contra o uso de qualquer droga ilegal, de alteração de desempenho ou agentes mascarantes, por parte de seus atletas.”